Abav Expo projeta crescimento de 15% e anuncia novidades

Gervasio Tanabe (Abracorp), Fernando Santos (Aviesp), Rui Alves (AirTKT), Marco Ferraz (Clia Abremar), Magda Nassar (Braztoa), Edmar Bull (Abav), Romano Pansera (PromoVisão) e Gilson Lira (Embratur)

Por Camila Lucchesi

“Grandes negócios em todos os sentidos”. Esse é o mote da 45ª Abav – Expo Internacional de Turismo e 48º Encontro Comercial Braztoa, evento que segue apostando na parceria entre as entidades para oferecer conteúdo de qualidade. Na opinião de Edmar Bull, presidente da Abav Nacional, a estratégia reforça a representatividade da feira. “Continuamos em parceria e trabalhamos juntos para construir um turismo mais saudável para todos”, complementou Magda Nassar, presidente da Braztoa.

Bull adiantou que a área de exposição deve crescer entre 10% e 15% em metragem, mas considera manter o mesmo número de visitantes registrados no ano anterior – 29,7 mil. A explicação está na qualificação do público, aprovada por 73% dos expositores. O retorno das pesquisas feitas pela Abav também foi decisivo para que a programação fosse mantida no Expo Center Norte.

Novidades

Depois do sucesso de 2016, o Hackathon Viagens – iniciativa para a criação de soluções tecnológicas para o segmento – terá uma segunda edição na programação deste ano. Também serão mantidas a Ilha Corporativa Abracorp que, segundo Gervasio Tanabe, diretor-executivo da entidade, terá MICE e tecnologia como pilares; o Espaço Clia Abremar para as armadoras; o Espaço AirTkt voltado aos consolidadores e a Conexão Abav, área que reúne as 27 Abav estaduais e entidades congêneres.

O espaço para os transfers entre a Rodoviária do Tietê e o Expo Center Norte será mantido, assim como as caravanas aéreas e rodoviárias que trazem agentes de todo o Brasil. “Mais de 8 mil pessoas utilizaram o serviço de transfer para a feira e cerca de mil profissionais participaram das caravanas em 2016”, afirmou Bull.

Durante a coletiva de lançamento que aconteceu hoje pela manhã, o presidente da Abav Nacional revelou 10 grandes novidades da feira. Confira!

1)  Turismo de Luxo: Espaço que está sendo estruturado para divulgar produtos do segmento, especialmente relacionado aos destinos nacionais. “Criamos um comitê para tratar do tema e a ideia é dar espaço a destinos diferentes e não focar apenas nos tradicionais”, disse Bull;

2) Novo programa de comprador convidado: Por meio de uma parceria com a Embratur, a ideia é trazer compradores potenciais para fazer negócios com todos os players;

3) Turismo especializado com rodadas de negócios: Área voltada à divulgação de produtos segmentados, com a presença de receptivos

4) Promovisão: A empresa venceu a licitação para organizar o evento em 2017, substituindo a Promo Inteligência Turística. Responsável pela realização da Apas, feira de sucesso no setor supermercadista, Romano Pansera promete experiências transformadoras para expositores e visitantes;

5) Vila do Saber: O modelo ainda está sendo desenhado, mas os organizadores decidiram que o espaço será ampliado em 2017. No ano passado, 7.500 pessoas foram capacitadas e muitas das palestras tiveram overbooking. As entidades também estão estudando uma forma de isolar o som das arenas para que uma programação não interfira na outra;

6) Agendamento de reuniões: Os organizadores estão estudando formas para tornar o processo mais efetivo e evitar no show. O modelo adotado pelo IPW de considerar um número mínimo e a opção de oferecer premiações estão sendo considerados;

7) Sustentabilidade: Com a ajuda de Monica Samia, da Braztoa, os organizadores estão pensando em uma forma de compensar o CO2 emitido durante a realização da feira. “Queremos fortalecer esse conceito para a Abav Expo”, declarou Monica;

8) Encontro Comercial Braztoa: Magda estima um crescimento entre 10% e 15% da área de exposição aos associados.

9) Gastronomia típica: Está sendo feito um trabalho com os destinos para que incentivar a criação de uma área de refeições rápidas com oferta de gastronomia típica. Muitos estados ofereceram petiscos nos estantes e, para 2017, a ideia é destacar uma área para servir as delícias regionais;

10) Projeto Anhembi: As entidades realizadoras estão em contato com o Anhembi, espaço que deverá abrigar a edição 2018.

“Estamos trabalhando para transformar o evento em uma grande feira de negócios que oferece de tudo para todos os segmentos”, finalizou o presidente da Abav Nacional.

Topo